A Astrologia inclina, mas não determina

Tempo de leitura: 2 minutos

Sem sombra de dúvidas a Astrologia nos fornece direções e define muito da personalidade das pessoas.

Existe até vertentes que a utilizam para fazer previsões, não é meu caso.

Eu à utilizo como ferramenta para auxiliar as pessoas a se conhecerem melhor e assim conseguirem atingir objetivos como escolha de carreira, melhora de comportamento e até emagrecimento já que sou nutricionista.

Mas estaríamos fadados a um destino sem escolha já que até previsões são possíveis?

No momento do nosso nascimento estavam presentes no céu formações e posicionamentos dos planetas em determinados signos.

Com o dado deste momento, isto é, com o horário do nascimento, podemos gerar como se fosse a “foto do céu” que chamamos de mapa astral ou mapa natal e a partir dele podemos fazer análises.

Um mapa é um caminho, uma direção.

Afinal, temos sim um Destino, e dele não podemos fugir. Mas temos algo muito importante como ferramenta para esse Destino, o Livre Arbítrio.

Vou tentar explicar em um exemplo…

Digamos que meu destino é ir para São Paulo, e não tenho como mudar isso, nem fugir, preciso ir para São Paulo = Isso é o Destino

Mas posso escolher ir de carro, ônibus, trem, charrete, a pé, … = Isso é o Livre Arbítrio

E durante o caminho posso passar o tempo todo reclamando, não aceitando, chorando por que não posso ficar nos lugares que gostei e sofrendo por que a vida não é justa e o que eu queria mesmo era ficar em Caxias…

E da mesma forma tenho a escolha de aproveitar cada estrada, cada momento com alegria e presença, fazendo amigos, aprendendo a cada nova experiência, agradecendo por tudo que passar pelo trajeto pois sei que o Destino final é São Paulo e tudo que acontecer me fará crescer e evoluir.

Você leu muito bem: ESCOLHAS!

Nós temos um Livre Arbítrio, mas também temos um Destino, o Destino é inevitável mas a forma que farei esse caminho está nas minhas mãos, no meu Livre Arbítrio.

Tente imaginar a minha viagem a São Paulo na sua vida, tente usar esse exemplo pra coisas da vida.

Como está sendo seu caminhar pelas coisas inevitáveis da vida?

Como está sendo sua despedida dos lugares que já não convergem com sua energia ou de pessoas que precisam ir ou que não fazem mais sentido a companhia?

Você se apega ou aceita que tudo é passageiro?

Está nas suas mãos adquirir conhecimento e mudar a forma de encarar as coisas e assim fazer um passeio mais tranquilo e agradável.

O passeio da Vida!

Que minhas palavras te façam refletir, assim como me fazem sempre.

E que eu tenha agregado algo a sua jornada!

Abraço forte e até a próxima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *